Leia também:
Blogs com notícias similares:

Atualizado 20 horas atrás.

Por Fulaninha em Entretenimento desde 11/12/2014

http://fulaninhaentretenimentos.dihitt.com Fulaninha

Fala sobre moda, beleza, saúde, dietas, profissões, culinária, esporte....

Atualizado 13 horas atrás.

Por Carlos em Entretenimento desde 17/02/2011

http://melhordomundo.dihitt.com Melhor do Planeta

Tudo o que o nosso planeta tem de melhor você encontra aqui

Ranking 1454º

Atualizado 13 horas atrás.

Por Aprenda em Entretenimento desde 20/01/2012

http://aprendaavalorizar.dihitt.com Aprenda a Valorizar

Aprenda a Valorizar foi criado com intuito de fazer com que as pessoas valorizarem o que está em sua volta, aquilo que tem ou aquilo que julgam ser "lixo" ou "inúltil", independente de ser um objeto material ou um bem humano (tem gente que não valoriza as pessoas próximas e/ou a si próprio)! Aqui não se pretende fazer apologia à alguma religião ou partido político, também não criticaremos quem o faça.

Ranking 752º
Sua opinião:
comentou em 07/05/2012 23:54
Verdade mesmo essa sensação que temos com os nossos cães.
Falam sim muitas linguagens também através dos olhos, dos gestos e das ações.
Mas faltam mesmo as palavras, em muitas ocasiões.
Abs
comentou em 08/05/2012 00:14
Cara, acho que o que nossos adoráveis bichinhos de estimação não podem dizer com a boca, eles dizem no olhar e nas atitudes. Eu já tive um cãozinho, ou melhor cãozão, era uma pastor Alemão, infelizmente ele morreu, mas eu podia quase que ler sua mente só de olhar pra ele. O jeito deles nos olhar diz muito.

abraços
comentou em 08/05/2012 17:53
A sensação que tenho é que eles são tão mais evoluídos que já aprenderam a se comunicar por telepatia e/ou através do olhar... mas nós pobres mortais ainda não temos alcance para entender esta linguagem....
Mas como você diz... um dia quem sabe!
Beijo no coração
comentou em 08/05/2012 19:48
Oi Rike,

faço parte deste rol de doidos, que sabem que os cães nos dizem algo eles só não tem uma forma de expressão tão clara feito a nossa, aqui em casa tinha um pequenininho, mínimo, mas era impressionante o que ele "dizia" e compreendia do que dizíamos a ele, só quem vive esta experiência sabe do que estamos falando. Não é loucura é comunicação de sentidos.

Beijos