O título é uma frase de Paulo Coelho. Ele diz que solidão é um vício e compara com o mesmo vício das drogas perigosas tão difícieis de serem largadas.

Solidão todo mundo conhece e já passou por ela, por um ou vários motovos, um dia esteve presente na vida de qualquer pessoa. Mas existe um tipo de solidão que não é apenas uma tristeza, a falta de alguém ou de alguma coisa. Existe a solidão por escolha, onde a pessoa resolve estar sozinha e apodera-se dessa mania que transforma-se num vício e acaba ficando dependente dele. É como o sujeito que fuma, que sabe que faz mal e pode prejudicá-lo, mas não quer deixar o cigarro.

Essa solidão é como algo prazeroso, como qualquer vício é... A insegurança de ficar sem ela, de viver de outras formas, tendo que dar satisfações de tudo que faz aos outros, lhe amedronta e  mostra-o como uma espécie de covarde. Mas ele gosta de ser covarde. Pensar em ficar sem o vício pode trazer angústias e o medo da mudança permenece entranhada, doentia, viciada.

Esse tipo de solitário é aquele que gosta de saber que é o dono de suas próprias posições e escolhas, sem interferências. Gosta de encontrar tudo nos seus devidos lugares tal como deixou. Gosta de viver só e tem consciência de que está só. Um dia qualquer, a melancolia aparece como uma visita inesperada, mas logo vai embora. Não demora, sai decepcionada como se fosse alguém que chegou para lhe  cobrar e saiu sem respostas porque não entendeu o vício.

Quando as perguntas são feitas, os porquês de não casar, não construir uma família, não fazer filhos, logo como todo mundo faz, ele sente como se alguém estivesse perguntando se quer morrer. Não! Não é isso!!! Mas quem escolhe viver assim, está sempre ouvindo indagações do outro lado: o dos incomodados. Embora ele saiba que é um viciado que não deseja recuperação, que pode ser algo perigoso, também acha o seu vício muito bom porque sente-se livre e faz dessa liberdade seu gozo final. Não pensa nos perigos e nem no amanhã, como a maioria das pessoas pensam...E assim vai vivendo, e se não curar, ficará assim... desse jeito estranho que as pessoas não entendem.

 

 

Por favor, aguarde enquanto preparamos sugestões de leitura para você...

Blogs com notícias similares:

Atualizado 7 minutos atrás.

Por Ciência em Ciência desde 04/08/2014

http://noticias-tecnologia-mercado.dihitt.com Ciência e Tecnologia

Notícias de Ciência e Tecnologia

Atualizado 1 hora atrás.

Por Eduardo em Tecnologia & Ciência desde 10/10/2011

http://sftech.dihitt.com sF TECH

Tecnologia, Games , Tutoriais, WebTV, Fórum de Discussão e muito mais...

Ranking 606º

Atualizado 11 horas atrás.

Por Isaque em diHITT & Você desde 27/01/2013

http://santarosa.dihitt.com santa rosa 1 news

noticias muito boas amigos confire

Ranking 201º
Sua opinião:
é realmente estranho quando alguém opta por viver assim, já vivi tempos de solidão total, as vezes é até bom,(para algumas reflexões) mas foi uma fase, sou uma pessoa que não suportaria viver o tempo todo assim Mas já conheço pessoas que fizeram essa opção, dizem ser felizes assim. Respeito. Cada um sabe de si né?
comentou em 09/12/2011 00:40
Tem razãó, cada um com suas escolhas.Concordo que é bom ficar só, mas não totalmente e bem pra sempre,acho que assim é demais!
Abraços
Kabir.
comentou em 09/12/2011 08:30
Kabir,

A solidão é um estado de espírito. Também existe solidão a dois. O ser humano foi criado para viver em sociedade e eu entendo que ele pode optar por não querer ter filhos, não casar e ser independente social e economicamente falando. Contudo, não entendo alguém querer viver sozinho e isolado num mundo próprio e sem interação com as outras pessoas. Quando isso acontece, creio eu, é porque o indivíduo desenvolveu algum tipo de patologia social e precisa de ajuda para voltar ao outro mundo, que é o nosso.
Abraços,
Herval
respondeu em 09/12/2011 11:02
Concordo com você, amigo. Talvez essa patologia não seja levada muito a sério, mas deveria....
Abr.
Kabir.
comentou em 09/12/2011 08:32
Kabir,

A solidão é um estado de espírito. Também existe solidão a dois. O ser humano foi criado para viver em sociedade e eu entendo que ele pode optar por não querer ter filhos, não casar e ser independente social e economicamente falando. Contudo, não entendo alguém querer viver sozinho e isolado num mundo próprio e sem interação com as outras pessoas. Quando isso acontece, creio eu, é porque o indivíduo desenvolveu algum tipo de patologia social e precisa de ajuda para voltar ao outro mundo, que é o nosso.
Abraços,
Herval