Nas células do nosso corpo, o CO2 é continuamente produzido como um produto terminal do metabolismo. Parte desse CO2 se dissolve no sangue, estabelecendo o equilíbrio: CO2 + H2O H2CO3 H+ + HCO– 3 Esse é um exemplo dos diversos equilíbrios que mantêm o pH do nosso sangue entre 7,3 e 7,5. Quando a respiração é deficiente, essa hipoventilação acarreta o aumento da concentração de CO2 no sangue, o que provoca o deslocamento do equilíbrio para a direita, aumentando a concentração de H+ e diminuindo o pH sangüíneo. Essa situação é denominada acidose. Um ataque de histeria ou de ansiedade pode levar uma pessoa a respirar muito rapidamente. Essa hiperventilação acarreta a perda de uma quantidade maior de CO2 pelos pulmões, o que provoca o deslocamento do equilíbrio para a esquerda, diminuindo a concentração de H+ e aumentando o pH do sangue. Essa situação é denominada alcalose. Acidose: Sintomas: falta de ar, diminuição ou supressão da respiração, desorientação com possibilidade de coma. Causas: ingestão de drogas, enfisema, pneumonia, bronquite, asma, alterações no sistema nervoso central. Alcalose: Sintomas: respiração ofegante, entorpecimento, rigidez muscular, convulsões. Causas: ingestão de drogas, cirroses, exercícios físicos excessivos, overdose de aspirina, doenças pulmonares. Fonte :Química Volume Único Usberco e Salvador
Leia também:
Blogs com notícias similares:

Atualizado 10 horas atrás.

Por Maria em Educação desde 07/06/2013

http://httppalavradhojeblogspotcombr.dihitt.com PALAVRA DE HOJE

Este blog divulga a Palavra de Deus

Ranking 2082º

Atualizado 17 dias atrás.

Por Portal em Educação desde 02/02/2014

http://wwwportal-administracao.dihitt.com Portal Administração

Um dos melhores sites sobre Administração no Brasil. Aqui no portal você encontra tudo sobre Administração, Marketing, Gestão e muito mais.

Atualizado 24 dias atrás.

Por Cursos em Educação desde 29/10/2014

http://cursosonlineparaestudar.dihitt.com Cursos Online para Estudar

Cursos Online com Certificado e Qualificação Profissional

Sua opinião: